Tradução do livro Cartas de Cristo


Neste momento tão turbulento que vivemos em nosso planeta, urge o tempo na nossa sociedade e em nossa vida de acordarmos a nossa consciência e que nos tornemos mais receptivos, aos chamados espirituais de tomada de consciência em relação a nós mesmos e a tudo que está acontecendo ao nosso redor. Precisamos acordar e começar um intenso trabalho dentro de nós mesmos de amor incondicional, despertando a consciência DIVINA que habita em nós. Por que permanecer em um estado de semi-consciência atual se temos tantos meios e ferramentas para esse despertar?
Porque sem este despertar a consciência irá cada vez mais descendo a níveis obscuros da nossa própria alma, trazendo inúmeras enfermidades, desgraças, transtornos e causando muitos sofrimentos a nós mesmos e ao planeta. Isso leva o ser humano a se fechar mentalmente no egocentrismo e é este o motivo de tantas perturbações, transtornos climáticos, anormalidades, guerras, vícios de todos os tipos, pobreza, enfermidades, assassinatos, furtos, mentiras, enganos, difamações, pensamentos miseravelmente baixos, pensamentos raivosos, pensamentos invejosos, mal humor, julgamentos, críticas, sarcasmo, rejeição a tudo o que é bom e do bem.
Essas frequências baixas de consciência sempre trazem à tona o reflexo em espelhos das circunstâncias e das reações emocionais. Que uma mente automatizada não consegue perceber e essas pessoas estão constantemente em altos e baixos em suas realizações e em suas esperanças se desiludindo e oscilando sempre entre alegria e tristeza. Muitas caem em disputas egoístas, sejam por bens materiais, intelectuais, emocionais, posses em geral.  Nesse estado não tem paz, vivem angustiadas, muitos são movidos pela ganância pela sede de poder e a vida vai se tornando um verdadeiro caos. Com isso vão atraindo partículas elétricas de pensamentos semelhantes aos seus e essas partículas se agarram a seus pensamentos, como uma mosca se agarra a uma teia de aranha e a luta de uma pessoa neste estado mental é muito lenta e dolorosa.

Por isso é necessário o autoconhecimento e uma boa orientação espiritual para trazer à tona a verdadeira essência do ser, que é DIVINA e CRIATIVA.  

Editado por Cleusa Cirillo

Nenhum comentário:

Postar um comentário