O RECONHECIMENTO E O CONTENTAMENTO


Quanto mais elevada e corajosa a disposição de viver a vida, executando com amor e empenho as tarefas que ela traz todos os dias, haverá um transbordamento nos níveis emocional, espiritual e físico e um contentamento tomará conta do ser que passará a reconhecer a si mesmo com muito mais consciência do sentido da vida.
Do contrário, aquele que furta as tarefas da própria vida em razão do medo e acomodação e quer permanecer na zona de conforto, nega o dom sagrado das experiencias da vida e se torna um ser amargo e descontente, que só reclama de tudo e de todos e não reconhece nada, nem a si mesmo.
O reconhecimento e o contentamento são as molas propulsoras que levam o ser humano de volta para sua origem divina e abrem o caminho para o progresso e as conquistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário